7 de fevereiro de 2011

Sindicato dos jornalistas retoma encontros com deputados em defesa do PL 063

O Sindicato dos Jornalistas retoma nesta terça-feira, com o reinício das sessões plenárias na Assembléia Legislativa, os contatos com os deputados estaduais em defesa do Projeto de Lei 063/2010.

O PL 063 foi apresentado no ano passado pelo deputado e jornalista Kennedy Nunes, e aprovado por unanimidade pelo parlamento catarinense. No início de 2011, foi vetado pelo governador, com base em um parecer de sua procuradoria. O veto será apreciado pelos deputados nos próximos dias.

O Projeto de Lei determina que para o acesso aos cargos comissionados e de carreira, os candidatos a jornalista devem apresentar diploma de cursos superior em jornalismo.

"Queremos que o governo do Estado possa cumprir uma de suas finalidades, que é a excelência no atendimento à população também quanto à comunicação", disse o presidente do Sindicato, Rubens Lunge.

Além dos contatos com os deputados, o Sindicato iniciou diálogos com os assessores de imprensa ou de comunicação de cada deputado. "Nossos colegas das assessorias são importantes, porque convivem com os deputados, e todos podem nos ajudar nesta hora", apontou Lunge.

O Sindicato também está convocando os professores e acadêmicos dos cursos de jornalismo de São Miguel do Oeste, Chapecó, Xaxim, Concórdia, Joaçaba, Caçador, Rio do Sul, Lages, Criciúma, Tubarão, Palhoça, Florianópolis, São José, Itajaí, Blumenau e Joinville, e que eles envolvam familiares e amigos, para que conversem com os deputados estaduais de suas regiões e solidifiquem o voto no PL 063/2010.

Para o presidente do Sindicato dos Jornalistas, os deputados devem perceber que fazer valer o Projeto de Lei é um reconhecimento do papel da Universidade, assim como o reconhecimento de que os cursos de jornalismo estão empenhados na formação de cidadãos capacitados para o exercício profissional.

Fonte: SJSC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chegou até aqui, então manda o comentário...