22 de fevereiro de 2011

Reiniciadas conversas com os deputados pela derrubada do veto ao PL 63

Nesta terça-feira, 22, o Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina retoma as conversas na Assembléia Legislativa, na busca de solidificar o apoio dos parlamentares quanto à necessidade da formação superior em jornalismo para o exercício da profissão no serviço público estadual.

Uma das conversas previstas será entre o presidente do SJSC, Rubens Lunge, e o deputado Romildo Titon (PMDB). Titon, atual presidente da Comissão Permanente de Constituição e Justiça (CCJ) da Alesc, também fará a relatoria do PL 63/2010 e da respectiva Mensagem de Veto na Comissão.

Diferente do que foi divulgado anteriormente, a documentação será analisada somente pela CCJ e não pelas Comissões de Trabalho, Administração e Serviço Público e de Educação, Cultura e Desporto.

Rubens Lunge também deve se encontrar com o autor do PL 63, o deputado e jornalista Kennedy Nunes (PP). O objetivo do encontro é verificar se o texto da mini reforma administrativa, a ser enviado pelo Executivo ao Parlamento nos próximos dias, contempla em um dos itens, a reivindicação da categoria.

Ao mesmo tempo em que retoma os trabalhos na Alesc, o SJSC chama toda a categoria e os futuros profissionais a reforçarem seu apoio à defesa da profissão de jornalista em Santa Catarina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chegou até aqui, então manda o comentário...