27 de outubro de 2009

Sr. Deputado...

...contamos com seu apoio à PEC que restaura a obrigatoriedade do diploma para jornalista.

Eu já mandei. Envie um e-mail também:

Exmo. Sr. Deputado Membro da CCJC da Câmara Federal

Prezado deputado,
Os jornalistas brasileiros reiteram a certeza de que V. Exa. tem a convicção do direito da categoria à organização do seu trabalho e à regulamentação profissional. Temos a esperança de que V. Exa. saberá restaurar na CCJC da Câmara esse direito dos jornalistas brasileiros, reparando a agressão fatal à nossa organização que recentemente sofremos.
Não pode ficar nas mãos das empresas de comunicação o poder de dizer quem pode e quem não pode ser jornalista. Isto não é democrático. É a negação do conhecimento como mérito e da ética como prática no exercício profissional. No último dia 20/10, a Associação Nacional dos Jornais (ANJ) publicou artigo nos grandes jornais de todos os Estados condenando à morte a formação, o conhecimento e a ética no Jornalismo, ao atribuir a si o poder de decidir quem será jornalista. Um artigo intimidatório. Não confessa os interesses que estão por trás dessa intimidação: precarizar o trabalho, quebrar a organização dos jornalistas.
Acreditamos na consciência livre dos deputados do Brasil. Os jornalistas brasileiros e o Jornalismo com qualidade e credibilidade contam com o apoio de V. Exa. à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 386/09 que dá nova regulamentação e restaura a obrigatoriedade do diploma para o exercício profissional do Jornalismo deve ser votada na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados na próxima quarta-feira, dia 28 de outubro. Acreditamos que o senhor saberá reparar o equívoco gerado pelo STF ao liquidar a formação superior para o exercício da profissão.
Saudações,
Josemar Sehnem (MTB - SC 0813-JP)
Vice-presidente do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chegou até aqui, então manda o comentário...