11 de março de 2011

Apreciação do veto ao PL 63/2010 transferida para dia 22

A apreciação do veto do governador ao Projeto de Lei 63 /2010 deverá ser votada somente dia 22 (terça-feira), na Assembléia Legislativa do Estado de Santa Catarina. A promessa foi feita pelo deputado Elizeu Mattos (PMDB), líder da bancada governista, pessoalmente ao presidente do Sindicato dos Jornalistas, Rubens Lunge.

O motivo da transferência é a ausência do deputado Kennedy Nunes (PP), autor do PL, à sessão do dia 15, quando ficaria impossibilitado de defender a derrubada do veto. Kennedy está em viagem à China e retorna à Alesc somente dia 22.

O presidente do Sindicato dos Jornalistas voltou hoje ao Parlamento. Com novo ofício entregue aos deputados, bancadas e assessorias, Rubens Lunge buscou reforçar apoio ao Projeto de Lei que exige a formação superior em jornalismo dos profissionais contratados para a função no serviço público de âmbito estadual.

O novo ofício chama a atenção de que “a formação superior específica assegura todos os instrumentos profissionais e éticos para o atendimento do exercício profissional”. Assim como atenta para o fato de que essa é a solicitação de quatro mil jornalistas atuantes no estado, assim como de centenas de acadêmicos e professores dos dezesseis cursos catarinenses de jornalismo.

O presidente do Sindicato faz uma boa avaliação dos trabalhos: “Nossa conversa com os parlamentares traz a boa perspectiva de o veto ser derrubado”, diz Rubens Lunge. Fonte: SJSC - Silvia Agostini Pereira (MTb/SC 3890-JP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chegou até aqui, então manda o comentário...