11 de fevereiro de 2010

Florianópolis terá uma mulher na Câmara de Vereadores por 60 dias

A partir das 17h de hoje e pelos próximos 60 dias uma voz feminina vai voltar a soar no Plenário da Câmara de Vereadores de Florianópolis. A primeira suplente Coligação “Inovar Florianópolis” PCdoB/ PDT, Janete Teixeira (PCdoB) assume o mandato durante a licença do vereador Ricardo Camargo Vieira (PCdoB) e será a primeira mulher vereadora representante do sul da Ilha na Câmara de Florianópolis. Na legislatura anterior Angela Albino, também do PCdoB, ocupou uma cadeira na Câmara.
No entanto parlamentares mulheres continua sendo coisa rara. Florianópolis é a única Capital a não eleger mulheres nas eleições de 2008. Em Santa Catarina foram eleitas na mesma legislatura 271 vereadoras e 2426 vereadores. Dados do site do TSE.
Estudo da cientista política Patrícia Rangel, aponta que em 2008, foram eleitas no Brasil 6.512 mulheres (12,5% do total de eleitos/as) e 45.474 homens (87,5%). Em 2004, foram eleitas 6.555 mulheres (12,65% do total de eleitos/as) e 45.238 homens (87,33%). Constata-se em 2008, uma diminuição de 43 mulheres e um crescimento de 236 homens eleitos/as em relação às eleições de 2004.
Com esses números o Brasil é um dos países com a menor paridade entre generos das pessoas ocupantes de cargos eletivos ou de poder.
De acordo com a União Interparlamentar, organização internacional que congrega os parlamentos dos países, o Brasil ocupa o 142º lugar em relação à presença de mulheres nos parlamentos, num ranking de 188 nações.
O debate é importante e deve apontar para a criação de estratégias e ações que promovam a participação igualitária e plural das mulheres em todos os espaços de poder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chegou até aqui, então manda o comentário...