9 de dezembro de 2008

Jornalista de SC acusa deputada de assédio moral e exorcismo

Peguei no Portal IMPRENSA - Por Ana Luiza Moulatlet/Redação

A jornalista Marly de Paulla, de 57 anos, está acusando a deputada estadual Odete de Jesus (PRB-SC) de assédio moral. Entre outras coisas, ela teria sofrido humilhação, redução salário, negação de atendimento médico e exoneração do cargo. Pastora da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), presidente da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Assembléia Legislativa do Estado de Santa Catarina (ALESC) e presidente Nacional do PRB Mulher, a deputada contratou Marly como assessora parlamentar em fevereiro de 2008.
"A deputada costumava se negar a atender a imprensa, usando as mais banais e insustentáveis desculpas. Ela tem medo de falar, dar entrevistas, se manifestar, porque sabe que não sabe nada do que fazem por ela, não conhece seus projetos a fundo e, portanto, é incapaz de defendê-los com vigor e conhecimento necessários", declara a assessora. ler tudo.

Antes da matéria do Portal IMPRENSA, o assunto já havia saído aqui.

Um comentário:

  1. Céus, eu li a carta toda, é surreal!

    Assunto para a reunião de quinta.

    Acho que vale levar as pombas do Centro lá para o gabinete da dita cuja, com aquele original grito de guerra que criaste.

    Míriam

    ResponderExcluir

Chegou até aqui, então manda o comentário...