3 de dezembro de 2008

Esqueceram de chamar o Pavan

O Pleno do Tribunal de Justiça, em sessão realizada na manhã desta quarta-feira (3/12), decidiu por unanimidade de votos adiar o julgamento de processo-crime em que figura como réu o atual vice-governador do Estado, Leonel Pavan. O adiamento foi provocado pela falta de intimação ao réu. O oficial de justiça responsável pela tarefa não localizou o vice-governador em seus endereços habituais na Capital nos últimos dias. Pavan é réu por fato ocorrido durante sua administração na prefeitura de Balneário Camboriú. Segundo os autos, Pavan teria descumprido ordem judicial para não cobrar a Taxa de Iluminação Pública (TIP), aplicando-a apenas sob nova denominação, que intitulou TSIP. Leia mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chegou até aqui, então manda o comentário...