14 de junho de 2011

35º Congresso da UCE elege Dérique Hohn presidente da entidade


Plenária final do Congresso da UCE
 Aconteceu nos dias 11 e 12 de Junho o 35º Congresso da União Catarinense dos Estudantes na cidade de Jaraguá do Sul. O evento contou com a participação de estudantes de todas as regiões do estado catarinense, cerca de 300 pessoas.

Os participantes puderam debater muitos assuntos relativos a educação superior catarinense, tais como Prouni, Reuni, Cotas, Artigos 170 e 171 da Constituição Estadual, a PEC da UCE de nº 011/2010 que garante 50% dos recursos do Pré-sal a serem enviados ao estado sirva para um fundo específico para o desenvolvimento do estado por meio da educação pública, gratuita e de qualidade.

Além da discussão do momento que é o PNE, temas no centro do desenvolvimento nacional, foram debatidas também as defensorias dativa e pública com um representante da OAB/SC e a Defensoria Pública de SP.

“Tive o privilégio de mediar algumas mesas nesse congresso, e os estudantes que participaram demonstraram muito interesse, além de muita qualidade de conteúdo. Dá pra perceber que eles querem participar mais da entidade, das nossas ações pelo estado, e a sistematização que estão saindo dos debates serão as pautas da UCE nos próximos dois anos, e garantir uma pauta avançada é um dos nossos maiores objetivos” afirmou Pedro Victor, Presidente do DCE da UNESC e Diretor de Universidades Pagas da UCE.

No dia 12 de Junho às 11h30min começaram os trabalhos na mesa da plenária final do congresso. O presidente da UCE leu moções e resoluções sistematizadas após os debates no dia anterior, e todas foram aprovadas consensualmente.

“Esse congresso, que foi o maior congresso desde a reformulação do nosso estatuto, teve como característica a qualidade política dos estudantes presentes, tanto é verdade que não pautamos em nossa programação um tema muito importante pra SC, e os próprios estudantes puxaram o debate sobre Sistema Acafe no final do dia, após o jantar, no ginásio de esportes da Escola Julius Karsten, e nós estávamos presentes contribuindo no debate”, declara Vander Rodermel presidente da UCE.

Na plenária final foram inscritas 3 chapas: 1- “Articulação UCE pra Frente”, 2 – “UCE é pra Lutar!” e 3 – “Reconquistar a UCE pra Transformar o Sonho em Realidade”. As três chapas fizeram suas defesas e antes da votação a chapa de oposição de nº 2 – “UCE é pra lutar”, retirou sua candidatura. Sendo assim, ao final da votação, foram apurados os votos e constatado a vitória da chapa 3 – “Reconquistar a UCE pra Transformar o Sonho em Realidade” por 69 votos contra 66 da chapa 1.

O presidente eleito no 35º Congresso da União Catarinense dos Estudantes, foi o estudante de Filosofia da Universidade Federal de Santa catarina, Dérique Hohn, que logo após anunciada a vitória, foi conduzido até o microfone, e mesmo rouco, fez seu pronunciamento:

“Quero agradecer a todo mundo que participou dos debates aqui nesse congresso, mas que muito antes dele, já havia feito alguma atividade em sua universidade no período da Jornada de Lutas, seja uma culturata, paseata, debates sobre o pré-sal ou sobre o PNE, seja pela regulamentação do ensino privado, sobre a democratização do acesso e a permanência dos estudantes a universidade. Agradeço pois foram vocês que construíram esse movimento vitorioso deste congresso!” declarou em seu primeiro discurso como presidente eleito da UCE.

“Ao Dérique, desejo uma gestão infinitamente melhor que a minha, pois tivemos muitas dificuldades conjunturais na UCE, mas que mesmo com essas dificuldades fizemos nosso papel ao construir a PEC da UCE, um projeto que garanta 50% do pré-sal pra educação ou pelo Fora Pavan que fizemos no ano passado. Sei da trajetória do Dérique e com certez dará um salto de qualidade na UCE no próximo período. Desejo ousadia, luta, garra, porque se o presente é de luta, a vitória nos pertence!” finalizou Vander, em tom de despedida da presidência da UCE.

“Esse congresso foi muito emocionante, onde nós vemos um presidente como o Vander que é uma referência em SC pro movimento estudantil, percebemos o carinho e amizade dos estudantes por ele. E também esse foi um congresso muito disputado. E agora, ver o Vander passando a faixa presidencial pra um garoto novo, que já tem muita história de luta, combatividade na defesa dos estudantes, que é o Dérique nos deixa mais tranqüilos. Sem dúvida alguma, a UCE está em um novo momento, de renovação e de uma perspectiva positiva, que resultará em muitas vitórias aos estudantes de Santa Catarina” afirmou Augusto Chagas, Presidente da UNE. Fonte: União Catarinense de Estudantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chegou até aqui, então manda o comentário...