19 de janeiro de 2010

Sobre outro boicote

Esse boicote da Tractebel às atividades do Sindicato dos eletricitários, o SINERGIA, do qual falei no post anterior me lembrou de um fato parecido e que traz em si o mesmo preconceito. Em 2008, quando foram divulgados os vencedores da segunda edição do Troféu Olívio Lamas de Fotojornalismo, a RBS, em seus veículos, (DC, HORA e AN) publicou a informação em destaque, inclusive na capa do Caderno Variedades. Nem podia ser diferente, afinal, os fotógrafos primeiro e segundo colocados trabalham em veículos da empresa. No entanto omitiu o que para a empresa pode ser uma informação desnecessária. Os organizadores e realizadores do evento e o seu patrocinador, Sindicato dos Jornalistas, Associação Catarinense de Imprensa e Eletrosul, respectivamente. O SJSC fez matéria criticando a postura da RBS e eu reproduzi aqui. Abaixo um trecho.
Os periódicos não informam é que o Troféu Olívio Lamas, realizado pelo segundo ano consecutivo e com a maior premiação em Santa Catarina a jornalistas profissionais, foi promovido pelo Sindicato dos Jornalistas (SJSC) e Associação Catarinense de Imprensa (ACI), com patrocínio da Eletrosul e Governo Federal. Diário Catarinense, Hora de Santa Catarina, A Notícia e Notícias do Dia informaram o fato sem contar o enredo inteiro. Fica a impressão de que houve má-vontade com os promotores e com o patrocinador.
Existem outros projetos semelhantes e que sempre recebem total cobertura dos veículos da RBS, aliás, invariavelmente seus profissionais estão sempre entre os premiados. O prêmio FIESC de Jornalismo e o Fatma de Jornalismo Ambiental são dois exemplos que recebem vasta cobertura. Estranho foi o tratamento dado ao Troféu Olívio Lamas de Fotojornalismo. O engraçado é que o mérito para a RBS está justamente em ser premiada pelo Sindicato dos Jornalistas. Não pensem que ignoro todas as questões embutidas na relação ente patrão e empregado ou, no caso, RBS e SJSC, mas omitir o nome do Sindicato numa matéria de página inteira, apenas pelo fato de que é o SINDICATO é preconceito e burrice.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chegou até aqui, então manda o comentário...