8 de janeiro de 2010

Piso estadual de salários está oficialmente em vigor desde 1º de janeiro

O ano de 2010 começa com alta no salário de profissões como empregadas domésticas, operadores de telemarketing e autônomos do comércio em Santa Catarina. Desde o dia 1º, o piso salarial do Estado está em vigor, estabelecendo quatro faixas salariais entre R$ 587 e R$ 679, enquanto o salário mínimo nacional passou de R$ 465 para R$ 510.
Aprovado em setembro, o novo salário é aplicado obrigatoriamente para as categorias que não têm piso salarial definido em lei federal, convenção ou acordo coletivo. Cálculo do Dieese de Santa Catarina estima que 518 mil trabalhadores devem ser beneficiados – um terço da mão de obra que tem carteira assinada no Estado. Esse grupo recebe até um salário mínimo e meio e, segundo o Dieese de SC, o rendimento de todos os trabalhadores desta faixa deverá ser impulsionado pelo novo piso. Para o supervisor técnico do Dieese em Santa Catarina, José Álvaro Cardoso, mesmo quem tem convenção coletiva deve reivindicar pelo menos a menor faixa do novo piso (R$ 587).
O trabalhador com direito ao piso, mas que ainda não teve o salário adaptado à lei, deve procurar o sindicato de sua categoria ou o Ministério Público do Trabalho. Para 2010, os valores do piso permanecem os previstos na lei. Para o próximo ano, esses valores serão revistos por meio de acordo entre trabalhadores e empresários, com intermediação do governo estadual. Fonte Fecesc

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chegou até aqui, então manda o comentário...