28 de setembro de 2012

Exibição do documentário "Marighella" lota auditório

Depois da exibição do filme e do debate a tietagem foi grande
Auditório lotado. Público satisfeito. Declarações emocionadas e emocionantes. E um debate que ninguém desejava terminar.

A primeira sessão do CineclubeSINJUSC apresentou muito mais do que uma importante etapa da história recente do Brasil. Para a diretora do documentário “Marighella”, Isa Grinspum Ferraz, é sempre um momento de afirmar o caráter de alguém do povo comprometido com uma causa, a da liberdade, e recolocar o nome de Carlos Marighella, incriminado pela ditadura, entre os perseguidos, torturados e mortos porque desejaram um Brasil para todos.

Às 19h de ontem a pipoca saltava na panela e o público foi chegando e se acomodando, até lotar o auditório do SINJUSC. Logo apareceram cadeiras a mais e as pessoas ocuparam espaços no corredor. Marcaram presença e ficaram até o final, com depoimentos emocionantes, torturados e perseguidos pela ditadura.

Também compareceram estudantes de Cinema, História, Filosofia e secundaristas. Entre tantas outras possíveis definições, sindicalistas, jornalistas e servidores do Judiciário. Amigos da pipoqueira também viram o filme.

O conceito do Cineclube SINJUSC é o de propor momentos de cultura, arte, diversão, junto com o debate sobre a nossa sociedade, o que esperamos e não queremos como sujeitos. Foi esta a definição apresentada pelo diretor do SINJUSC Volnei Rosalem ao abrir a noite ao lado de Isa Grinspum Ferraz.

Após os 100 minutos de filme, o diretor do SINJUSC Ricardo Maes coordenou a mesa, ao lado da diretora Isa e de Derlei de Lucca – ativista política, ela foi presa e torturada, e depois exilada política. O debate percorreu diversos caminhos.

Jovens cineastas queriam saber sobre a obra; sindicalistas apontaram o exemplo de perseverança de Marighella e sua obstinação e amor pela ideia de um mundo melhor para todos; aqueles com olhar político, a incansável busca pela verdadeira democracia.

O CineclubeSINJUSC deu largada com casa cheia, com um filme e uma mesa de debates impressionantes, e uma plateia participativa e ávida por cinema. Em breve, o Cineclube anuncia o próximo encontro. A apresentação de "Marighella" em Florianópolis teve apoio do SINJUSC, Sinergia, Fazendo Escola, FUNJAB, CESUSC, TV Floripa e UCE.

Rubens Lunge - Jornalista

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chegou até aqui, então manda o comentário...