8 de abril de 2011

Câmara de Jaraguá do Sul vai criar lei exigindo formação superior de jornalistas contratados pelo município

Em sessão ordinária, quinta-feira, 7, na Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul, o presidente do Sindicato dos Jornalistas, Rubens Lunge, ocupou a tribuna para celebrar a passagem do Dia do Jornalista e falar sobre os desafios da profissão.


Na primeira Palavra Livre da Casa, Rubens lembrou o fato de que a Câmara de Jaraguá do Sul foi uma das primeiras no país a encaminhar moção de repúdio ao Supremo Tribunal Federal, em 2009, quando os ministros decidiram que para se exercer a profissão de jornalista não é necessária a formação superior.

De acordo com o STF a decisão pela não obrigatoriedade do diploma diz respeito a um dos princípios básicos dos direitos humanos: a liberdade de expressão.

No entanto, o presidente Rubens Lunge chamou a atenção para o fato de que antes de manifestar opinião, o jornalista é o mensageiro da informação. "Nós jornalistas, na maioria das vezes, fazemos a opção clara de dar a notícia a todos da sociedade em detrimento da opinião daquele que nos emprega.

O objetivo final das empresas é bem diferente do objetivo do jornalista". E acrescentou: "Neste tempo em que a gente vive, não há mais profissão alguma que possa resistir sem o acúmulo de conhecimento que a universidade oferece".

Rubens aproveitou o momento para solicitar aos vereadores que, junto com o Executivo, seja criada uma lei municipal que exija a formação superior em jornalismo dos profissionais contratados para a função específica, tanto na Prefeitura, Câmara e secretarias, já que essa tem sido a prática adotada no município.

Os vereadores se comprometeram a levar a questão adiante. "A atividade foi muito boa. Houve comprometimento declarado dos vereadores. Agora iremos contatá-los novamente para que essa proposta seja adotada," disse o diretor do SJSC, Sérgio Homrich dos Santos, que solicitou o uso da Palavra Livre para que o Sindicato pudesse se manifestar.

Os diretores do SJSC Lúcio Sassi e Cláudio Silva da Silva, o delegado sindical Jorge Pedroso, assim como outros colegas também acompanharam a sessão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chegou até aqui, então manda o comentário...