15 de julho de 2013

Quando você "entra no carro"....

Tem um comercial que tá passando.
É da Prefeitura de Florianópolis em singela parceria com RBS.
Apresenta um homem, bem sucedido fazendo coisas que um homem bem sucedidos faz, todas elas muito apressado.
Mas, no momento em que ele "entra no carro" tudo fica calmo, tranquilo.
É ali que ele se sente bem.
Calmo, e bem sucedido.
Até a narração fica lenta.
Uma verdadeira ode ao automóvel.
Uma veneração ao carro e seu proprietário bem sucedido que não anda de ônibus.
E tem um bom emprego que lhe satisfaz, amigos que lhe servem e uma família que lhe...ame.
E ele anda de carro. Ele, "entra no carro"
O comercial exaltam isso: o carro.
Que a RBS faça uma propaganda dessas vá lá. Ela tem mesmo dessas coisas. Ela é o que é.
Mas daí a Prefeitura Municipal de Florianópolis se associar e pagar por uma aventura barata dentro do carro...
À Prefeitura caberia fazer a defesa do Transporte Público.
Do ônibus.
E das ciclovias.
Das praças.
Dos parques.
Das calçadas.
Não de carros sendo usados por seres bem sucedidos.
Que tem muitas tarefas durante o dia inteiro.
Que fazem tudo correndo e quando "entram no caro" gozam sozinhos.
É o que a propaganda sugere ao homem bem sucedido quando ele chega em casa:
Que dê apenas um beijo na família e vá dormir.
Porque o dia já foi longo demais.
Sexo nem pensar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chegou até aqui, então manda o comentário...