21 de junho de 2013

Video: Não confie na Grande Mídia



Brasil de Fato 

"Atualmente, estima-se que sete grupos controlam 80% de tudo que é visto, ouvido e lido na mídia brasileira:

1) Família Marinho - Detém 223 veículos de comunicação próprios ou afiliados, dentre eles a emissora de TV de maior audiência (Rede Globo), o terceiro jornal em tiragem no país (O Globo), a maior operadora e distribuidora de TV a cabo (NET), um dos portais mais acessados da internet (Globo.com), uma produtora e distribuidora de cinema (Globofilmes), 30% das emissoras de rádio FM e AM (incluindo a rede CBN) e um sistema de produção de canais para TV a cabo (GloboSat).

2) Família Civita - Possui a maior editora de revistas, fascículos e periódicos do país (Abril), uma divisão de distribuição e produção de vídeos (Abril Vídeo), uma emissora de televisão (MTV), uma operadora de sistema de TV a cabo (TVA), além de participação na DirecTV. São sócios do maior portal de conteúdo de língua não-inglesa do mundo (UOL).

3) Igreja Universal do Reino de Deus - Possui a segunda maior rede de TV do país (Record) e outras emissoras menores, como a Rede Mulher e a Rede Família.

4) Família Abravanel - Controla a 3ª rede de emissoras de televisão do país (SBT), mantém parcerias com produtoras e estúdios de cinema multinacionais.

5) Família Frias - Possui o jornal mais lido do país (Folha de S.Paulo), um instituto de pesquisas de opinião pública (DataFolha), outros jornais menores, parte do UOL, uma agência de notícias (Agência Folha ) e parte de um dos mais influentes jornais de economia (Valor Econômico), em parceria com O Globo.


6) Família Saad - Controla a Rede Bandeirantes, as emissoras da Rádio Bandeirantes AM e FM e detém ainda o Canal 21, de grande alcance na capital paulista.

7) Família Mesquita - Possui a segunda maior circulação em jornais no país (O Estado de S.Paulo), os tradicionais Jornal da Tarde e Rádio Eldorado FM, a Agência Estado e uma emissora de televisão no interior do Maranhão (TV Itapicuru Ltda)."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chegou até aqui, então manda o comentário...