Pular para o conteúdo principal

Seminário aponta caminhos para o audiovisual no Sul do Brasil

Produtores e profissionais dos três Estados têm encontro com a Ancine e Brde. Discutir e apontar linhas de investimento para o Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul para o audiovisual é o assunto Seminário do Programa de Desenvolvimento do Audiovisual na Região Sul (Prodav/Sul), que ocorre dias 26, 27 e 28 de novembro no Florianópolis Palace Hotel (Floph). Há previsão de verbas do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) da Agência Nacional de Cinema (Ancine) que podem ultrapassar a casa dos R$ 600 milhões para todo o Brasil em 2013.

Mas para que os recursos sejam destinados, é necessário que as entidades representativas e associações de classe do setor planejem estratégias e trabalhem junto com as produtoras independentes. A parceria é no sentido de estimular a criação de projetos para que haja o desenvolvimento de cenário produtivo capaz de absorver o investimento do FSA. O seminário está sendo realizado com o objetivo de ampliar e profissionalizar a cadeia produtiva do audiovisual no Sul do Brasil.

Com o tema “Ideias, mercado e caminhos para o audiovisual”, as discussões serão desenvolvidas a partir de seis eixos: Formação técnica, artística e empresarial; Desenvolvimento de projetos e formatos audiovisuais; estímulo a conteúdos transmídia; Estímulo à organização de arranjos de produção local; Investimento em infraestrutura e tecnologias de produção; Fomento à produção de conteúdos (aplicação em editais públicos e fundos regionais); Investimento em infraestrutura de exibição, difusão, promoção e circulação dos conteúdos.

Participam do encontro representantes do Banco Regional do Extremo Sul (Brde), da Ancine e de entidades representativas do audiovisual do três Estados do Sul. Mas há também programação aberta ao público, como a apresentação do seminário, no dia 26, das 10 às 12 horas, no dia 27, às 19h30, com a palestra sobre o tema “Arranjo Produtivo Local (APL)”, com técnicos da Ancine, e o encerramento no dia 28, às 17h, com a presença de representantes dos governos do PR, RS, SC e Ancine/Brde.

Um dos efeitos provocadores do seminário é a lei federal 12.485, que tramitou durante cinco anos no Congresso Nacional e foi aprovada em 2011. O dispositivo prevê que a que metade da cota nacional de programação para TVs a cabo seja produzida por empresas que não sejam vinculadas a grupos de radiodifusão, abrindo um novo mercado nacional com uma demanda de 1.070 horas anuais de conteúdos nacionais e independentes inéditos.

Segundo Ralf Cabral Tambke, presidente do Santacine, já houve reuniões em Curitiba e Porto Alegre e o encontro em Florianópolis vai culminar com a elaboração de um documento final, contemplando as expectativas e necessidades do setor. O seminário é realizado em Florianópolis pelo Fundo Municipal de Cinema (Funcine), e é organizado também pela entidade em parceria com o Sindicato da Indústria do Audiovisual em Santa Catarina (Santacine) com o apoio da Ancine e Brde. Fonte: Funcine

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Putinhas

Acabei de preparar e vou comê-las daqui ha uns dois dias, depois que ficarem curtidas. Batatinhas cozidas em conserva (também chamadas de putinhas) são ótimas para oferecer às visitas. A receita peguei aqui.

Veja os ingredientes

2 kg de batatas pequenas (as menores que encontrar)
500 ml de azeite de oliva
1 xícara de óleo
½ xícara de vinagre de álcool ou maçã
1 colher (sopa) de pimenta calabresa (opcional)
1 cebola grande ralada
5 dentes de alho socados
1 colher (sopa) de sal
2 xícaras de azeitonas inteiras (opcional)
1 colher (sopa) de salsa desidratada picada

Modo de Preparo

1.Deixe as batatas com casca de molho na água por 30 minutos
2.Lave - as bem, passando uma escovinha para tirar bem a sujeira
3.Cozinhe em água, sal e um pouquinho de vinagre, até ficarem bem macias (não deixe cozinhar muito, não podem ficar muito mole)
4.Escorra e espere esfriar
5.Se quiser faça uns furos nas batatas com um palito fino para os temperos penetrarem, tomando cuidado para não deformá - las
6.Em um…

Capas Pretas

No executivo, a população lida com prefeitos, governadores e o presidente eleitos. (Se elege bem ou mal está sendo cogitado). No legislativo, o povo fala com vereadores, deputados e senadores sufragados pelo voto. (Se eles representam ou não o desejo popular é motivo de duvida). No Judiciário... nos Tribunais... assistimos, um sem fim de "capas pretas" se revezando no poder. Eleitos entre si!

Embargos Infringentes

Assim como no ápice do julgamento, antes e depois dele, quando os jornais gastaram páginas e mais páginas para explicar o chamado "esquema", este é o momento de usar novamente, gráficos, tabelas, ilustrações, dados, charges, vídeos, e todos os recursos para explicar a todos o que são os tais embargos infringentes e tudo o que deles resulta. Um bom momento para uma aula, né Professor?